Nasci em Recife no dia de Todos os Santos e me criei em Salvador, na cidade de Todos os Santos. Sou atriz-pesquisadora, palhaça e escolhi a arte como caminho de vida. Em dezembro de 2007 resolvo sair da Bahia e ir em busca de um grande sonho. Mudo-me para Olinda (PE), volto para minha origem, meu berço e me reconheço finalmente. Em 2011 retorno para Bahia, agora para o Vale do Capão. E me deparo com um lindo caminho... Aqui apresento um pouco de tudo do que vim buscar e do que acredito.





Sejam bem vindos!

CONTATO:

(81) 9600-5165

vivianemaior@ig.com.br

frevoproducao@yahoo.com.br



terça-feira, 9 de novembro de 2010

Artigo - Revista Continente (novembro 2010 #119)

Meu artigo que fala da minha pesquisa sobre a incorporação do frevo no trabalho do ator foi publicado este mês na REVISTA CONTINENTE!!! Segue abaixo parte do artigo publicado no site da revista.











Escrito por Viviane Souto Maior.









Você conhece o frevo pernambucano? É muito provável que conheça apenas as canções mais famosas como Vassourinhas (Matias da Rocha e Joana Batista Ramos) ou Madeira que Cupim Não Rói (Capiba) e que as escute somente no período carnavalesco ou até mesmo só no Carnaval.E a dança do frevo? O famoso passo? Nas ruas arrisca-se um passo, sugere-se uma tesoura, desfila-se com sombrinhas e veste-se a camisa do carnaval pernambucano, apenas naquela época do ano. Entretanto, não somente no aspecto musical, mas também na sua dança, o frevo vem se tornando referência artística de grande importância e representatividade, sendo pensado como arte que transcende suas manifestações ligadas ao Carnaval.
Leia a matéria na íntegra na edição 119 da Revista Continente.

Site da rev ista: http://www.continentemulticultural.com.br/

Um comentário:

  1. Feliz demais por vc, trabalhou muito pra isso acontecer, beijo minha linda

    ResponderExcluir